Pedido de Orçamento

Ucrânia diz que russos explodiram pontes para evitar contra-ataques

Envie seus dados. Nós respondemos!
  • Clique no link abaixo para fazer a verificação antes de enviar o formulário.
  •  
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Localização
  • Horário de Atendimento:

Comprar

Ucrânia diz que russos explodiram pontes para evitar contra-ataques

Para comprar vá até a nossa loja.
  • Localização
  • Horário de Atendimento:
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695

Enviar Mensagem

Envie uma mensagem. Nós respondemos!
  • Clique no link abaixo para fazer a verificação antes de enviar o formulário.
  •  
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Localização
  • Horário de Atendimento:

Agendar

  • O agendamento se dará de acordo com a disponibilidade. Retornamos para confirmar.
  •  
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Localização
  • Horário de Atendimento:

Regras

Leia as Regras
  • Se preferir entre em contato com a gente.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Horário de Atendimento:

Guia de Associados

Segmentos
Marília do Bem
  • Conteúdo

menu

Internacional

Ucrânia diz que russos explodiram pontes para evitar contra-ataques

Estado-Maior ucraniano relatou redução dos ataques terrestres da Rússia pelo segundo dia consecutivo ler

08 de maio de 2022 - 20:00

Pela primeira vez, os militares ucranianos disseram que as forças russas começaram a explodir pontes para retardar uma contra-ofensiva ucraniana no nordeste do país.

Em sua última atualização operacional, o Estado-Maior da Ucrânia informou que na área de Tsyrkuny e Rusky Tyshky, a leste de Kharkiv, “os ocupantes explodiram três pontes rodoviárias para retardar as ações contra-ofensivas das Forças de Defesa”.

Nas últimas duas semanas, as tropas ucranianas retomaram várias aldeias ao norte e leste de Kharkiv, tornando mais difícil para os russos usarem artilharia contra a cidade, além de ameaçar interditar as linhas de suprimentos russas para as forças que lutam em Donetsk e Luhansk.

Kharkiv fica perto da fronteira russa e foi uma das primeiras cidades a ser atacada quando a Rússia iniciou a invasão.

O Estado-Maior disse pelo segundo dia consecutivo que houve poucas ações ofensivas terrestres das forças russas, mas que a ação de artilharia e o reconhecimento aéreo continuaram.

Algumas autoridades ucranianas acreditam que as unidades russas estão fazendo uma pausa antes de lançar a próxima fase destinada a proteger Donetsk e Luhansk, possivelmente em 9 de maio, feriado do “Dia da Vitória” na Rússia.

Além dessas duas regiões, diz o Estado-Maior, os russos continuaram a bombardear a cidade de Mykolaiv, no sul. Ao norte da cidade, os ucranianos alegaram ter destruído “um armazém com munição e até 20 unidades de equipamento militar inimigo”.

Fonte: CNN Internacional

Comentários

Mais lidas