Pedido de Orçamento

Prefeito Daniel anuncia que escolas municipais não voltam às aulas presenciais

Envie seus dados. Nós respondemos!
  • Clique no link abaixo para fazer a verificação antes de enviar o formulário.
  •  
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Localização
  • Horário de Atendimento:

Comprar

Prefeito Daniel anuncia que escolas municipais não voltam às aulas presenciais

Para comprar vá até a nossa loja.
  • Localização
  • Horário de Atendimento:
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695

Enviar Mensagem

Envie uma mensagem. Nós respondemos!
  • Clique no link abaixo para fazer a verificação antes de enviar o formulário.
  •  
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Localização
  • Horário de Atendimento:

Agendar

  • O agendamento se dará de acordo com a disponibilidade. Retornamos para confirmar.
  •  
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Localização
  • Horário de Atendimento:

Regras

Leia as Regras
  • Se preferir entre em contato com a gente.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Horário de Atendimento:

Guia de Associados

Segmentos
Marília do Bem
  • Conteúdo

menu

COVID-19

Prefeito Daniel anuncia que escolas municipais não voltam às aulas presenciais

Em live, prefeito e secretário descartaram retorno em 2020, mas liberaram decisão das particulares e Universidades ler

28 de setembro de 2020 - 14:05

O prefeito Daniel Alonso (PSDB) anunciou nesta segunda-feira, 28 de setembro, em transmissão ao vivo em uma rede social pessoal, que as escolas da Rede Municipal de Ensino não retornarão às aulas presenciais em 2020.

Alonso ressaltou que o estado repassou aos municípios essa responsabilidade e a decisão foi tomada depois de ouvir professores, pais e as demais instituições de ensino, incluindo Universidades e as escolas e creches particulares.

“Nós decidimos de forma democrática”, explicou o prefeito. “Depois de ouvir os pais, depois de ouvir os nossos profissionais da educação, nós decidimos por não retornar às aulas presenciais este ano. Nós não vamos colocar em risco as nossas crianças, bem como os nossos profissionais da educação. É uma decisão da maioria, nós ouvimos a maioria, [os pais] ainda não se sentem seguros em estar enviando os seus filhos às salas de aula”, argumentou.

Ao lado do secretário municipal de Educação, Prof. Helter Bocchi, o chefe do Executivo deixou livre a decisão das escolas particulares e universidades sobre a retomada das atividades, mas orientou que todos os protocolos de prevenção ao novo coronavírus sejam adotados, segundo o Plano São Paulo.

“Às escolas privadas, assim como às Universidades, fica a critério de cada uma a decisão de estar retornando às aulas, evidentemente que todas aquelas escolas que decidirem por voltar às aulas presenciais que seja feita de acordo com o Plano São Paulo, ou seja, todos as medidas dos protocolos sanitários já estabelecidos pelo plano”, disse Daniel.

Já o ensino estadual deverá seguir as decisões do governo do Estado. “Gestão do Estado, decisão do Estado”, esclareceu o prefeito.

Programa “Educação em Casa”

Daniel Alonso também sustentou que a plataforma de ensino à distância do programa “Educação em Casa”, lançada durante a pandemia, fica mantida. “Nós temos uma adesão muito grande e resultados de aprendizado muito bons já aferidos. Mesmo ficando em casa as nossas crianças não perderão o ano letivo”, garantiu.

De acordo com o secretário Helter, uma comissão permanente para a discussão sobre a covid-19 na Educação seguirá analisando os dados e definido os protocolos para quando existir uma possibilidade de retorno.

“Estaremos trabalhando, analisando dados e pensando que mesmo no ano que vem nós não voltaremos da mesma forma. Precisamos tomar todos os cuidados pensando, além do desenvolvimento pedagógico dos alunos, na segurança das crianças e também dos nossos profissionais da Educação”, finalizou o secretário.

De acordo com o último levantamento divulgado, a rede municipal de ensino atende aproximadamente 19 mil alunos em classes de pré-escola até o primeiro ciclo do ensino fundamental. A estatística de acesso do programa EAD, divulgada em julho, mostra que mais de 13 mil alunos já tinham tido contato com o programa, sendo 7.192 de Emeis (69,2%), 6.016 de Emefs (72,2%) e 316 de Educação Especial (66,3%).

Confira o pronunciamento completo:

 

Comentários

Mais lidas