Pedido de Orçamento

Economia é maior problema do país para 50% dos eleitores, diz pesquisa Quaest

Envie seus dados. Nós respondemos!
  • Clique no link abaixo para fazer a verificação antes de enviar o formulário.
  •  
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Localização
  • Horário de Atendimento:

Comprar

Economia é maior problema do país para 50% dos eleitores, diz pesquisa Quaest

Para comprar vá até a nossa loja.
  • Localização
  • Horário de Atendimento:
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695

Enviar Mensagem

Envie uma mensagem. Nós respondemos!
  • Clique no link abaixo para fazer a verificação antes de enviar o formulário.
  •  
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Localização
  • Horário de Atendimento:

Agendar

  • O agendamento se dará de acordo com a disponibilidade. Retornamos para confirmar.
  •  
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Localização
  • Horário de Atendimento:

Regras

Leia as Regras
  • Se preferir entre em contato com a gente.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Horário de Atendimento:

Guia de Associados

Segmentos
Marília do Bem
  • Conteúdo

menu

Eleições 2022

Economia é maior problema do país para 50% dos eleitores, diz pesquisa Quaest

Inflação cresce como principal motivo da percepção de piora econômica, aponta pesquisa ler

11 de maio de 2022 - 11:30

A nova pesquisa eleitoral Genial/Quaest, divulgada hoje (11), questionou eleitores sobre os principais problemas enfrentados pelo Brasil: 50% apontaram a economia. Entre eles, 19% culpam a crise econômica, 18% dizem a inflação é o principal problema do país e 13% citam o desemprego.

Em comparação com a série histórica da pesquisa, a inflação foi o fator com maior aumento: em setembro de 2021, 6% diziam que o aumento dos preços era o maior problema.

Ainda no foco econômico, 62% dos entrevistados dizem acreditar que a economia piorou no último ano, enquanto 19% acham que ficou do mesmo jeito, 17% veem melhoras e 2% não responderam.

Pagar contas se tornou mais difícil nos últimos três meses para 59%, aponta a pesquisa; outros 23% não viram mudanças e 17% apontaram melhoras neste aspecto.

As expectativas, porém, são de melhora no cenário econômico daqui a 12 meses para 52% dos entrevistados; 24% acreditam que irá piorar e 19% avaliam que ficará do mesmo jeito. Outros 5% não responderam.

Para além da preponderância do aspecto econômico, 14% apontaram outros problemas como os maiores enfrentados pelo país no momento. Entre eles, a pandemia e demais questões de saúde são os principais problema do Brasil para 13%.

Já 11% veem questões sociais como principal algoz e 9% indica a corrupção a este papel. Outros 3% não responderam à pergunta.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-01603/2022.

Fonte: CNN Brasil

Comentários

Mais lidas