Pedido de Orçamento

Diretor da CIA pediu a governo Bolsonaro para não interferir nas eleições, dizem fontes

Envie seus dados. Nós respondemos!
  • Clique no link abaixo para fazer a verificação antes de enviar o formulário.
  •  
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Localização
  • Horário de Atendimento:

Comprar

Diretor da CIA pediu a governo Bolsonaro para não interferir nas eleições, dizem fontes

Para comprar vá até a nossa loja.
  • Localização
  • Horário de Atendimento:
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695

Enviar Mensagem

Envie uma mensagem. Nós respondemos!
  • Clique no link abaixo para fazer a verificação antes de enviar o formulário.
  •  
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Localização
  • Horário de Atendimento:

Agendar

  • O agendamento se dará de acordo com a disponibilidade. Retornamos para confirmar.
  •  
  • Ou entre em contato por telefone.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Localização
  • Horário de Atendimento:

Regras

Leia as Regras
  • Se preferir entre em contato com a gente.
  • (14)98839-6695
  • (14)98839-6695
  • Horário de Atendimento:

Guia de Associados

Segmentos
Marília do Bem
  • Conteúdo

menu

Eleições 2022

Diretor da CIA pediu a governo Bolsonaro para não interferir nas eleições, dizem fontes

Comentários foram feitos em reunião a portas fechadas, em julho de 2021 ler

07 de maio de 2022 - 18:00

O diretor da Agência Central de Inteligência (CIA) dos Estados Unidos disse a autoridades do Brasil que o presidente Jair Bolsonaro deveria parar de lançar dúvidas sobre o sistema eleitoral do país antes das eleições de outubro.

Os comentários do diretor da CIA, William Burns, foram feitos em uma reunião a portas fechadas em julho de 2021, conforme relato de duas pessoas sob anonimato.

Burns é a autoridade de mais alto escalão dos EUA a ter se encontrado em Brasília com o governo Bolsonaro desde a eleição do presidente americano Joe Biden.

Uma terceira pessoa confirmou que uma delegação liderada por Burns disse aos principais assessores de Bolsonaro que o presidente deveria parar de minar a confiança no sistema eleitoral do Brasil. A fonte não tinha certeza se foi o próprio diretor da CIA quem expressou essa mensagem.

A CIA se recusou a comentar o tema. O governo Bolsonaro não respondeu a um pedido de comentário sobre o caso.

Fonte: CNN Brasil

Comentários

Mais lidas